You are currently viewing Primeiros casos de varíola do macaco em mulheres são confirmados

Primeiros casos de varíola do macaco em mulheres são confirmados

Maioria dos casos de varíola do macaco está concentrada na Europa

Maioria dos casos de varíola do macaco está concentrada na Europa
Reprodução/Reuters

A Suíça e os Emirados Árabes Unidos confirmaram nesta terça-feira (24) os primeiros dois casos de varíola do macaco em mulheres fora do continente africano, em meio a um surto global da doença.

No caso da Suíça, a paciente foi diagnosticada em uma instituição de saúde no cantão de Genebra. Ela tinha histórico de viagem recente à Espanha, segundo país com maior número de infectados.

A doença foi confirmada após um exame realizado no Centro Nacional de Referência para Infecções Virais Emergentes, informou a imprensa local.

O segundo caso foi identificado nos Emirados Árabes Unidos, é de uma jovem com idade entre 25 e 29 anos, que havia viajado recentemente para a África Ocidental, onde há países em que a varíola do macaco é endêmica (ocorre com frequência).

Uma terceira paciente consta como caso suspeito na Espanha. Ela se apresentou em um serviço de saúde na região da Extremadura.

O número total de infecções confirmadas passa de 190, em 20 países, de acordo com o monitoramento em tempo real feito pela iniciativa Global.health, que inclui pesquisadores de universidades como Harvard e Oxford.

Outros 94 casos aguardam resultados de exames confirmatórios.

Até então, todos os diagnósticos reportados envolviam homens, normalemnte com idades entre 20 e 55 anos.

A Europa tem 181 dos mais de 190 casos, sendo que a Inglaterra contabiliza 70, a Espanha, 41 e Portugal, 37.

Deixe um comentário